Fevereiro 27, 2019

RESPIRAÇÃO E ATIVAÇÃO DO SISTEMA LINFÁTICO

Pode-se dizer que a respiração é o motor de todo o corpo, porque é através dela que podemos nutrir com oxigénio as células e eliminar toxinas das mesmas.

A respiração faz parte do Sistema Nervoso Autónomo, ou seja, é feita de forma autónoma. Apesar disso, cada um pode ter consciência da sua respiração e controlá-la.

inspiração possibilita a entrada de oxigénio para o sangue, que por sua vez vai transportá-lo juntamente com outros nutrientes até aos capilares vasculares, onde vão ser difundidos para um fluído que envolve todas as células – linfa. As células vão escolher os nutrientes que necessitam para o seu bom funcionamento e libertar para o seu meio extra celular toxinas, algumas das quais vão ser encaminhadas pelo sistema vascular.

As células mortas, as proteínas sanguíneas e os materiais tóxicos terão que ser eliminados pelo sistema linfático. Poderá ver o sistema linfático como um sistema de esgotos que as células utilizam para drenar todas as toxinas e detritos que produzem.

Os nódulos linfáticos vão neutralizar todas as toxinas e células mortas existentes no sistema linfático com a excepção das proteínas sanguíneas. O grande problema é que se o seu sistema linfático estivesse completamente bloqueado durante 24h, o seu corpo não teria capacidade de drenar, porque iria acumular proteínas sanguíneas provocando um excesso de fluído à volta das células e morreria.

Uma grande diferença entre o Sistema Vascular e o Sistema Linfático é que o primeiro possui uma bomba – o coração, que bombeia o sangue e o segundo não. O sistema linfático necessita da contração muscular ou da respiração profunda para ser bombeado e poder fazer com que a linfa se mova através dos vasos linfáticos.

Esta é uma das razões pela qual algumas pessoas se queixam de inchaço (edema) nos pés e/ou pernas quando estão muito tempo sentadas.

respiração e o exercício vão ter um papel fundamental no bom funcionamento do sistema linfático e por sua vez no sistema imunitário, isto porque, se o sistema linfático não cumpre a sua função de conduzir os detritos e toxinas para os orgãos especializados na eliminação, eles vão intoxicar e contaminar o organismo comprometendo o sistema imunitário.Com o sistema imunitário comprometido vai estar mais sujeito a doenças, cansaço, depressões, ansiedade, envelhecimento precoce…

respiração vai funcionar como o coração no sistema vascular, ou seja vai ajudar a bombear a linfa através dos vasos linfáticos.

Desta forma, é essencial começar a ter consciência da sua respiração, para que possa tornar mais eficiente o seu processo de limpeza e drenagem para diminuir assim a probabilidade de sofrer doenças e melhorar a sua saúde e qualidade de vida.

Uma respiração leve e superficial é pouco ou nada eficaz no que diz respeito ao bombeio da linfa, sendo necessário inspirações fundas para ativar todo o mecanismo.

Assim, recomendo o seguinte:

Deite-se de barriga para cima, numa posição confortável e relaxado. Coloque as mãos na barriga e sempre que inspirar deve encher a barriga e esvaziar a barriga durante a expiração.

1ª Semana – TOMADA DE CONSCIÊNCIA

2 vezes por dia, ao acordar e ao deitar, todos os dias, 5 inspirações fundas e prolongadas.

Deite-se de barriga para cima, numa posição confortável e relaxado. Coloque as mãos na barriga e sempre que inspirar deve encher a barriga e esvaziar a barriga durante a expiração.

Deverá iniciar a inspiração sempre pela zona abdominal e finalizar a expiração na mesma zona.

Através deste exercício, começa a ter consciência da sua respiração, oxigena e activa o seu metabolismo e promove o relaxamento. Ideal para iniciar o seu dia e para relaxar antes de dormir.

– 2ª Semana – ATIVAÇÃO

2 vezes por dia, ao acordar e deitar, todos os dias, 10 inspirações.
Inspire uma unidade, sustenha 4 unidades e expire 2 unidades.

Exemplo: Se faz uma inspiração lenta profunda de 3 segundos, vai suster a respiração durante 12 segundos e depois vai expirar durante 6 segundos.

Ao expirar o dobro do tempo da inspiração promove a eliminação das toxinas através do sistema linfático e ao suster a respiração o quádruplo do tempo possibilita uma maior oxigenação do sangue e activação do sistema linfático.

Pode fazer a expiração pela boca. A inspiração e expiração deverão ser realizadas sempre sem esforço.

– 3ª Semana em diante – RITUAL

3 vezes por dia, 10 inspirações profundas e lentas, como na 2ª semana.
Poderá realizar os exercícios em pé.

Lembre-se que só a fazer esta ativação do sistema linfático poderá promover grandes alterações na sua saúde e na sua qualidade de vida. 

Como já referi, o outro componente para um bom funcionamento do sistema linfático é o exercício físico.

Aqui poderá aceder a um protocolo de 7 semanas para começar a correr de forma progressiva.

Inclua estas rotinas no seu dia a dia e melhore a sua vida e o funcionamento do seu corpo através de duas ferramentas que lhe foram dadas mal nasceu: a respiração e o movimento.

Se pretende resolver alguns problemas de saúde ou apenas melhorar a sua qualidade de vida, MARQUE JÁ a sua consulta.

CASIMIRO PINTO

+Terapias
+Por si

One thought on “RESPIRAÇÃO E ATIVAÇÃO DO SISTEMA LINFÁTICO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *