Sobre mim


CASIMIRO PINTO

FISIOTERAPEUTA, especializado em:
Kinesiologia
Terapia Manual
Tratamento de DOR CRÓNICA

– Diretor Clínico da Clínica +TERAPIAS.

SERVIÇOS PRESTADOS NA +TERAPIAS:
– Consulta – Dor Crónica
– Terapia Manual
– Hidroterapia de cólon
– Ozonoterapia
– Radiofrequência INDIDA
– Teste de Intolerância Alimentar – Biorressonância MORA

FORMAÇÃO PESSOAL:
– Licenciatura Fisioterapia
– Crouchetagem Mioaponevrótica
– Electrólise Percutânea Tecidular – EPI
– Mesoterapia Homeopática
– Hidroterapia de Cólon
– Ozonoterapia
– Radiofrequência INDIBA
– Cápsula de Photon
– Biorressonância MORA
– Homeopatia complexista
– Ortomolecular
– Kinesiologia Holística
– Kinesiologia Osteopática
– Kinesiologia Avançada
– Kinesiologia Clínica
– Kinesiologia Emocional
– Antiterapia

FORMADOR EM:
– Kinesiologia Holística
– Kinesiologia Osteopática
– Kinesiologia Clínica
– Kinesiologia Consciencial
– KinePT®

CRIADOR DOS CURSOS:
– KinePT®
– Kinesiologia Consciencial

OUTRAS INFORMAÇÕES:
Ex-atleta de alta competição de Hóquei Patins. 

+ SOBRE MIM

“fazer com que mais histórias como a minha não se repitam”

COMO FOI A EXPERIÊNCIA ENQUANTO ATLETA?

“Fui atleta de alta competição de Hóquei Patins, cerca de 17 anos. Tive a sorte de alcançar triunfos que nunca imaginei quando entrei para a modalidade, tais como Campeão da Europa de Juvenis, duas Taças Latinas sub-23 pela Selecção Nacional e terminei numa equipa vencedora da Taça de Portugal.

A verdade é que, com esforço, dedicação e amor fui progredindo, colocando sempre a fasquia mais alta à medida que ia atingido objectivos e níveis de produtividade mais altos.”

TEVE ALGUMAS LESÕES?

Lesões nos adutores (uma a duas vezes por época), foram-se manifestando ao longo do meu percurso, limitando a minha performance. Isto fez com que fizesse diversos  tratamentos e tomasse muitos anti-inflamatórios  para continuar a jogar – mascarava a dor.

No entanto, após os jogos, o efeito dos anti-inflamatórios passava e apercebia-me de que as dores vinham a dobrar. Então fazia gelo, + anti-inflamatórios, + tratamentos, tendo por vezes que parar uns dias –  efeito “bola de neve”.

O QUE O LEVOU A TERMINAR A CARREIRA DESPORTIVA?

“Pelos 23 anos, foi-me diagnosticado Pubalgia como sendo uma doença crónica, o que + tarde acabou por precipitar o meu abandono da modalidade, aos 27 anos.”

O QUE O MOVE?

” Evitar que as pessoas deixem de fazer o que mais gostam por uma limitação física sem significado.”

“A verdade é que a ideia de ter uma doença crónica não fazia sentido na minha cabeça e isso levou-me a procurar os porquês.

Então, licenciei-me em Fisioterapia e comecei uma formação em Kinesiologia Holística, o que veio ampliar a minha forma de pensar, avaliar, interpretar e tratar a pessoa.

Hoje, graças ao conhecimento que adquiri, durante 7 anos em formações de Kinesiologia, em Madrid, é a minha base de trabalho na clínica e também dou formação em Kinesiologia.”

UMA SÍNTESE?

“Ao longo da minha carreira desportiva sempre me trataram os sintomas e nunca a verdadeira origem. Isto fez-me conseguir ultrapassar alguns momentos + difíceis, mas na verdade a causa propriamente dita nunca foi tratada, razão pela qual fui obrigado a  abandonar  precocemente a modalidade.

Kinesiologia permite-me identificar e tratar a causa dos sintomas, devolvendo saúde  qualidade de vida para que possam fazer o que mais gostam durante mais tempo.

Simplesmente, dedico-me a fazer o que um dia gostava que me fizessem a mim.

Obrigado pela vossa presença.”